Abertura de capital impulsiona expansão da maior rede de depilação a laser do país

Por Cintia Salomão Castro

O Brasil ocupa um lugar de destaque no setor dos serviços de beleza, sendo o quarto lugar no ranking global. Nesse contexto, em fevereiro de 2021, a Espaçolaser tornou-se a primeira empresa do setor a abrir seu capital no país, movimentando R$ 2,4 bilhões. Foi o pé de apoio para um firme plano de expansão.

DESAFIO

Nascida em 2004, hoje a rede possui mais de 683 lojas espalhadas pelo Brasil e presença na Argentina, Colômbia e Chile. Atualmente, é a maior empresa de depilação a laser no Brasil em número de lojas. Mas, como praticamente todos os setores de serviços, a rede enfrentou sérios desafios no auge da pandemia. As unidades físicas permaneceram fechadas durante vários meses. O faturamento de R$ 952 milhões de reais de janeiro a setembro de 2020 não exclui um prejuízo líquido da ordem de R$ 71,6 milhões.

ESTRATÉGIA

O treinamento da equipe para atuar no e-commerce representou um diferencial que permitiu à Espaçolaser manter-se bem no mercado. O modelo de loja flexível, com unidades próprias e franquias, e a rapidez do procedimento de depilação a laser (de 5 a 10 minutos por área) também pesaram para que a rede sobrevivesse às restrições impostas pela Covid-19.

Com os recursos obtidos no IPO, a Espaçolaser deu mais ritmo à sua expansão orgânica, abriu novas lojas próprias e comprou participações remanescentes das joint ventures

Paulo Morais, CEO da Espaçolaser

− Durante esse período, a empresa focou em sua força de vendas, além do e-commerce e dos pacotes promocionais, o que resultou em 50% do patamar de vendas pré-Covid e confirmou a confiança dos clientes na companhia – explica o CEO Paulo Morais, citando a migração dos treinamentos para a modalidade online, o trabalho para manter os times engajados e as novas funcionalidades desenvolvidas para o e-commerce e para o aplicativo.

A IDA À BOLSA

Quando a Espaçolaser decidiu realizar o seu IPO, estava motivada principalmente pelo projeto de consolidar a estrutura da rede por meio da aquisição de sócios e franqueados. O preço das ações fixado em R$ 17,90. Àquela altura, a companhia já tinha uma geração de caixa consistente, capaz de financiar seu plano de ampliação da rede de forma orgânica. Mas o IPO acelerou o timing e as pretensões desse projeto expansionista.

− Com os recursos do IPO, a companhia deu ainda mais ritmo à sua expansão orgânica, com a abertura de novas lojas próprias, assim como adquiriu participações remanescentes das JVs, fazendo uma consolidação significativa, otimizando a estrutura societária e trazendo ganhos de gestão e eficiência – resume o CEO da rede de depilação a laser, que conta com fisioterapeutas dermato funcionais treinados pela Universidade do Laser.

Foram distribuídas 147.576.718 ações. Desse total, 67.039.106 constituíam oferta primária e 80.537.612, oferta secundária. Entre os bancos advisers, participaram Itaú BBA, Goldman Sachs e Santander.

No perfil dos 7.837 participantes, predominaram as pessoas físicas (7.135). Foram 295 as entidades de previdência privada, 60 clubes de investimento e 38 investidores estrangeiros.

RESULTADOS

− Com os recursos obtidos no IPO, a Espaçolaser deu mais ritmo à sua expansão orgânica, abriu novas lojas próprias e comprou participações remanescentes das joint ventures. O valor arrecadado, de R$ 2,64 bilhões, era o estimado pela companhia.

− A partir da estratégia de treinamento da equipe para o e-commerce, o meio digital já representa 52,2% das vendas da companhia, de acordo com o balanço do último trimestre de 2021.

− O preço-alvo do IPO foi alcançado pela empresa. Após a divulgação do range entre R$ 15,90 e R$ 19,90, a faixa ficou definida em R$ 17,90.